Casa > Espiritualidade > Filosofia > Não-ficção > Sou eu: conversas com Sri Nisargadatta Maharaj Reveja

Sou eu: conversas com Sri Nisargadatta Maharaj

I Am That: Talks with Sri Nisargadatta Maharaj
Por Nisargadatta Maharaj Sudhaker S. Dikshit, Maurice Frydman,
Avaliações: 30 | Classificação geral: Boa
Excelente
25
Boa
3
Média
1
Mau
0
Horrível
1
Esta coleção de ensinamentos atemporais de um dos maiores sábios da Índia, Sri Nisargadatta Maharaj, é um testemunho da singularidade da vida e obra do vidente e é considerado por muitos como um "clássico espiritual moderno" .Eu sou isso preserva os diálogos de Maharaj com os seguidores que vieram de todo o mundo buscando sua orientação na destruição de identidades falsas. o

Avaliações

Comentário deixado em 05/18/2020
Neukam Tirone

Eu tinha 18 anos na primeira vez que comprei SOU ISSO, mas tinha 39 antes de poder lê-lo. Por esse motivo, achei que poderia dar um pequeno conselho sobre como manter a companhia deste livro, muito bonito e peculiar, e diferente de qualquer outro.

Você encontrará o seu próprio caminho, como muitos outros têm antes de você. Afinal, este é o livro favorito de muitas das pessoas mais estranhas que você já conheceu. De fato, parece haver um número significativo de pessoas que não fazem nada, exceto ler este livro e depois abordar estranhos em cafés para lhes contar sobre isso.

Se você é novo nessa maneira de pensar e deseja ler EU SOU ISSO, ou está lutando para lê-lo agora, seria tremendamente ler primeiro uma introdução amigável ao Advaita Vedanta. Nada muito etéreo, evite os neo-advaitinos por enquanto, talvez o Ramana Maharshi de Arthur Osbourne e o Caminho do autoconhecimento, ou qualquer texto básico sobre a vida e os ensinamentos de Sri Ramana Maharshi. Sri Ramanasramam publica um grande número de livros úteis. Apontar para algo enraizado na vida de uma pessoa, de preferência alguém morto há muito tempo, e não um resumo filosófico rarefeito.

Se você procura um professor vivo, tenha cuidado. Esses ensinamentos foram mercantilizados em um grau difícil de acreditar. Advaita agora é um grande negócio. Professores genuínos estão disponíveis, mas você precisará de sua inteligência!

Acima de tudo, se você está lutando para ler EU SOU ASSIM, sugiro abandonar uma leitura de amarelinha da frente para trás. (Não duvido que algumas pessoas tenham atingido a iluminação enquanto brincavam com este livro.)

Por onde começar? Sugiro o Capítulo 48: Consciência é livre. Depois, vá para os capítulos que se concentram na própria experiência de Sri Nisargadatta, como os capítulos 57 e 78. Em seguida, você pode passar para os capítulos que abordam questões essenciais da maneira mais clara possível, como o Capítulo 25: Segure-se em 'EU SOU' Capítulo 70, renunciando ao desejo, ou capítulos 95 e 8, sobre paz interior e cultivando aceitação.

Além disso, achei muito útil criar, entre as páginas finais do livro, um índice pessoal do que achei mais útil e mais inspirador. Uma combinação de leitura e releitura é muito adequada para EU SOU ISSO.

Em algum momento do processo, você poderá encontrar seu senso de vida e a si mesmo e ao mundo se desintegrando. Isto é normal. Apenas vá com calma, ok? Faça longas caminhadas e, pelo amor de Deus, mantenha a boca fechada! Caso contrário, em breve você estará encurralando estranhos em cafés. "Eu li o livro incrível mais emocionante. Chama-se EU SOU ISSO. Todos os mistérios da vida estão nele! Acho que posso ser esclarecido. Não deveríamos estar dormindo juntos?"

Os loucos não estão errados sobre este livro. Os mistérios estão de fato aqui, com uma clareza impressionante e um bom humor sem fim. É uma aventura ler EU SOU ISSO. Mas se você ficar preso, não sinta que precisa ler de frente para trás, brincar de amarelinha.
Comentário deixado em 05/18/2020
Tiffy Abson

Se eu tivesse que escolher um livro 'espiritual', apenas um, apenas um ... seria esse. Nisargadatta aponta para a 'verdade' com tanta clareza.
Comentário deixado em 05/18/2020
Shirah Wojeik

Se eu tivesse que escolher um livro para levar a uma ilha deserta, eu sou. Eu o li várias vezes e ainda encontro inspiração e orientação. A excelente tradução de Maurice Frydman torna I Am That eminentemente legível. Está cheio de tantas pérolas de sabedoria que sublinhei praticamente o livro inteiro!

Aliás, você pode encontrar o livro completo on-line aqui: http://www.celextel.org/otherbooks/ni...
Comentário deixado em 05/18/2020
Zackariah Comboy

Estou lendo este livro há oito ou nove anos, pegando-o de vez em quando e lendo-o por uma semana ou duas, depois retomando outra coisa. Comecei a lê-lo quando meu primeiro professor de meditação, Larry Rosenberg, me disse (casualmente, quando estávamos em uma livraria) que era um ótimo livro, e ótimo. É uma série de diálogos com um indiano, um chefe de família comum, que é iluminado. Não sei o que essa palavra significa, mas sei que Sri Nisargadatta vê o mundo de maneira muito diferente do que eu. Pessoas o procuravam de todo o mundo com suas perguntas, preocupações, reclamações, e ele respondia da maneira mais incomum. Às vezes eu não tenho idéia do que ele está falando e às vezes ele me assusta com seu simples bom senso. O livro costuma ser bem engraçado, porque as pessoas estão lutando muito e ficam com muita raiva quando ele diz que não precisam fazer isso. Depois de ler uma vez (são 550 páginas), agora vou ler novamente; Provavelmente vou lê-lo pelo resto da minha vida. É interminavelmente interessante e interminavelmente chata. É indescritível.

www.davidguy.org
Comentário deixado em 05/18/2020
Tiny Weinberg

Você não pode errar com este livro, embora minha edição seja muito mais antiga, desgastada e esfarrapada de viagens comigo, incluindo a Índia. Tive a sorte de conhecer Nisargadatta em sua casa em Mumbai, quando ainda era Bombaim, há muitos anos e ouvi-lo falar. Nunca esquecerei sua presença gentil ... ele estava absolutamente presente. Este livro é para todo buscador espiritual que deseja parar de procurar. Nisargadatta era aquele ser raro que vivia como ele ensinava. Ele foi o que ele ensinou.
Comentário deixado em 05/18/2020
Conger Scopel

"A meditação é uma atividade da SATTVIC e visa a completa eliminação de TAMAS (inércia) e RAJAS (motriz). SATTVA pura (harmonia) é uma freddom perfeita de preguiça e inquietação,
O SATTVA é puro e forte sempre. É seu próprio objetivo. Manifesta-se espontaneamente e sem esforço, quando as coisas são deixadas por si mesmas, não são interferidas, evitadas, queridas ou conceituadas, mas apenas experimentadas em plena consciência. Essa consciência em si é SATTVA. não faz uso de coisas e pessoas - realiza-as. "

"Consciência é poder. Esteja ciente do que precisa ser feito e o que será feito. Apenas mantenha-se alerta e quieto. Depois de chegar ao seu destino e conhecer sua natureza real, sua existência se torna uma bênção para todos. Você pode não saber, nem o mundo saberá, ainda assim a ajuda irradia.Há pessoas no mundo que fazem mais bem a todos.Eles irradiam luz e paz sem intenção ou conhecimento.Não tendo nada como seu, não têm orgulho, nem anseiam por são incapazes de desejar algo para si mesmos, nem mesmo a alegria de ajudar os outros, sabendo que Deus é bom, eles estão em paz ".
Comentário deixado em 05/18/2020
Moselle Swanke

Uma mente completa ** do melhor tipo. Este realmente fez cócegas na minha glândula pineal.

"É como entrar em uma sala escura. Você não vê nada - pode tocar, mas não vê - sem cores, sem contornos. A janela se abre e a sala é inundada de luz. Cores e formas surgem. A janela é o doador da luz, mas não a fonte dela.O sol é a fonte. Da mesma forma, a matéria é como o quarto escuro; a consciência - a janela - inunda a matéria com sensações e percepções, e o supremo é o sol, a fonte de ambos. matéria e luz. A janela pode estar fechada ou aberta, mas o sol brilha o tempo todo. Faz toda a diferença para a sala, mas nenhuma para o sol. No entanto, tudo isso é secundário à pequenina coisa que é a " Eu sou. "Sem o" eu sou "não há nada". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.56)

"A idéia" eu sou apenas testemunha "purificará o corpo e a mente e abrirá os olhos da sabedoria. Então o homem vai além da ilusão e seu coração está livre de todos os desejos. Assim como o gelo se transforma em água e a água em vapor, e o vapor se dissolve no ar e desaparece no espaço, o corpo também se dissolve em pura consciência (chidakash), depois em puro ser (paramakash), que está além de toda existência e não-existência ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pág.70)

"Não é necessário nem possível mudar os outros. Mas se você puder mudar a si mesmo, verá que nenhuma outra mudança é necessária. Para mudar a imagem, basta mudar o filme - você não ataca a tela do cinema!" - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.115)

"Para um jnani, nada tem começo ou fim. Como o sal se dissolve na água, tudo se dissolve no ser puro". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.119)

"No momento em que você conhece seu ser real, você não tem medo de nada. A morte dá liberdade e poder. Para ser livre no mundo, você deve morrer para o mundo. Então o universo é seu; ele se torna seu corpo, uma expressão e uma ferramenta. A felicidade de ser absolutamente livre está além da descrição. Por outro lado, quem tem medo da liberdade não pode morrer. " - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.124)

"O conhecimento do seu livro é útil para começar, mas em breve deve ser entregue à experiência direta, que por sua própria natureza é inexprimível". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.128)

Guru = Professor

"O maior guru é o seu eu interior. Realmente, ele é o professor supremo. Ele sozinho pode levá-lo ao seu objetivo e ele sozinho encontra você no fim do caminho. Confie nele e você não precisará de um guru externo. Mas, novamente, você deve ter o forte desejo de encontrá-lo e não fazer nada que crie obstáculos e atrasos. E não perca energia e tempo com arrependimentos. Aprenda com seus erros e não os repita. " - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.133)

"... vamos esperar para melhorar os outros até nos vermos como somos - e mudarmos". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.134)

"Saída é natural no começo, entrada - no final. Mas, na realidade, os dois são um, assim como inspirar e expirar são um." - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.134)

"Toda a vida na Terra depende do sol. No entanto, você não pode culpar o sol por tudo o que acontece, embora seja a causa final. A luz causa a cor da flor, mas ela não controla nem é responsável por ela diretamente. Faz possível, isso é tudo. " - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.134)

"Eu apenas pisco, pois sei que sou um pequeno pacote de desejos e medos, uma bolha de sofrimento, um flash transitório de consciência em um oceano de escuridão." - Interrogante (Eu sou aquele, pág.144)

"Veja desta maneira: a mente produz pensamentos incessantemente, mesmo quando você não os olha. Quando você sabe o que está acontecendo em sua mente, você a chama de consciência. Este é o seu estado de vigília - sua consciência muda de sensação para sensação, da percepção à precepção, da idéia à idéia, em sucessão sem fim.Depois vem a consciência, a percepção direta de toda a consciência, a totalidade da mente.A mente é como um rio, fluindo incessantemente no leito do corpo você se identifica por um momento com alguma ondulação específica e a chama de "meu pensamento". Tudo o que você tem consciência é a sua mente; a consciência é o conhecimento da consciência como um todo. - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.194)

"P: Como é feita (meditação)?
M: Você começa deixando os pensamentos fluírem e os observando. A própria observação desacelera a mente até parar completamente. Quando a mente estiver calma, mantenha-a. Não fique entediado com a paz - esteja nele, mergulhe mais fundo.
P: Ouvi falar em manter um pensamento para manter outros pensamentos afastados. Mas como manter todos os pensamentos afastados? A própria idéia também é um pensamento.
M: Experimente novamente; não passe por experiências passadas. Observe seus pensamentos e observe-se observando os pensamentos. O estado de liberdade de todos os pensamentos acontecerá repentinamente e, pela felicidade dele, você o reconhecerá. "- Sri Nisargadatta Maharaj (Eu sou isso, pág.197)

"Não há lugar para o caos na natureza. Somente na mente do homem existe o caos. A mente não compreende o todo - seu foco é muito estreito. Ela vê apenas fragmentos e falha em perceber a imagem. É como um homem. quem ouve sons, mas não entende a língua; pode acusar o falante de tagarelar sem sentido e estar completamente errado. O que para um é um fluxo caótico de sons, é um belo poema para outro ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pág.202)

"O universo inteiro contribui incessantemente para a sua existência. Portanto, o universo inteiro é o seu corpo." - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.223)

"O mundo sofre por razões muito válidas. Se você quer ajudar o mundo, deve estar além da necessidade de ajuda. Então, tudo o que você faz e o que não faz ajudará o mundo de maneira mais eficaz." - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.229)

"O mundo se recria por si mesmo. É um processo interminável, o transitório gera o transitório. É o seu ego que faz você pensar que deve haver um agente. Você cria um Deus à sua própria imagem, por mais sombria que seja a imagem. Através do filme da sua mente, você projeta um mundo e também um Deus para lhe dar causa e propósito. É toda imaginação - saia disso. " - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu sou isso, pág. 308)

"Quando o corpo nasce, todos os tipos de coisas acontecem, e você participa deles porque se considera o corpo. Você é como o homem na casa de cinema, rindo e chorando com a foto, apesar de saber muito bem. que ele está sentado o tempo todo e a imagem é apenas um jogo de luz.É o suficiente para mudar a atenção da tela para si mesmo para quebrar o feitiço.Quando o corpo morre, o tipo de vida que você vive agora - uma sucessão de eventos físicos e mentais - chega ao fim. Pode terminar agora mesmo sem esperar pela morte do corpo - basta mudar a atenção para o Self e mantê-lo lá. Tudo acontece como se houvesse um poder misterioso que cria e move tudo. Perceba que você não é o motor, apenas o observador, e estará em paz. " - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.338)

"Na imensidão da consciência, aparece uma luz, um pequeno ponto que se move rapidamente e traça formas, pensamentos e sentimentos, conceitos e idéias, como a caneta escrevendo no papel. E a tinta que deixa um rastro é a memória. Você é esse pequeno ponto e pelo seu movimento o mundo é recriado. Pare de se mover, e não haverá mundo. Olhe para dentro e você descobrirá que o ponto da luz é o reflexo da imensidão da luz no corpo, como é o sentido " Eu sou. "Existe apenas luz; tudo o mais aparece. ... Para a mente, aparece como escuridão." - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.342)

"É como lavar um pano estampado. Primeiro o design desbota, depois o fundo e, no final, o pano é branco claro. A personalidade dá lugar à testemunha, depois a testemunha vai e a pura consciência permanece. O pano era branco. o começo e é branco no final; os padrões e cores simplesmente aconteceram - por um tempo ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.349)

"A escuridão que você vê é apenas a sombra da pequena mancha. Livre-se dela e volte ao seu estado natural." - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.355)

"A meditação é uma tentativa deliberada de penetrar nos estados mais elevados de consciência e finalmente ir além deles. A arte da meditação é a arte de mudar o foco da atenção para níveis cada vez mais sutis, sem perder o controle sobre os níveis deixados para trás. De certa forma é como ter a morte sob controle: começa-se com os níveis mais baixos: circunstâncias sociais, costumes e hábitos; ambiente físico, postura e respiração do corpo; sentidos, sensações e percepções; mente, pensamentos e sentimentos; até que todo o mecanismo da personalidade seja compreendido e mantido firmemente.O estágio final da meditação é alcançado quando o senso de identidade vai além do "eu sou assim e assim", além de "eu sou assim", além de "sou apenas a testemunha, "além" existe ", além de todas as idéias, para o puro ser impessoalmente pessoal. Mas você deve ser enérgico ao fazer meditação. Definitivamente, não é uma ocupação de meio período. Limite seus interesses e atividades ao que for necessário para você e yo necessidades básicas de nossos dependentes. Economize todas as suas energias e tempo para quebrar o muro que sua mente construiu ao seu redor. Acredite em mim - você não vai se arrepender. "- Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.359)

"Dê seu coração e mente para contemplar o" eu sou ": o que é, como é, qual é a sua fonte, sua vida, seu significado. É como cavar um poço. Você rejeita tudo o que não é água até chegar à primavera vivificante ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.360)

"Para viver, você deve destruir. A partir do momento em que foi concebida, você iniciou uma guerra com seu ambiente - uma guerra impiedosa de extermínio mútuo, até que a morte o libertasse." - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.361)

"Olhe para um grande homem - que homem maravilhoso ele era! E, no entanto, quão perturbada era sua vida e quão limitados seus frutos. Quão totalmente dependente é a personalidade do homem e quão indiferente é o seu mundo. E, no entanto, nós o amamos e o protegemos. por sua própria insignificância ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.364)

"Adoramos o que nos causa dor. Essa é a nossa natureza. Para mim, o momento da morte será um momento de alegria, não de medo. Chorei quando nasci e morrerei rindo." - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.364)

"P: Qual é a mudança de consciência no momento da morte?
M: Que mudança você espera? Quando a projeção termina, tudo permanece o mesmo de quando começou. O estado antes de você nascer também era o estado após a morte, se você se lembra.
P: Não lembro de nada.
M: Porque você nunca tentou. É apenas uma questão de sintonizar a mente. Requer treinamento, é claro. "- Questionador Desconhecido / Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.364)

"O mundo teve todo o tempo para melhorar, mas não o fez. Que esperança existe para o futuro? Claro, houve e haverá períodos de harmonia e paz, quando sattva estava em ascensão, mas as coisas são destruídas por sua própria perfeição. Uma sociedade perfeita é necessariamente estática e, portanto, estagna e decai. Do cume, todas as estradas levam para baixo. As sociedades são como pessoas - elas nascem, crescem até um ponto de relativa perfeição e depois se deterioram e morrem ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.365)

Sattva: ser, existência, verdadeira essência. No yoga, a qualidade da pureza ou bondade; sátvico - puro, verdadeiro.

"No geral, atribuímos muita importância ao estado de vigília. Sem sono, o estado de vigília seria impossível; sem dormir, a pessoa enlouquece ou morre. Por que atribuir tanta importância à consciência de vigília, que obviamente depende do inconsciente? Não apenas o consciente, mas também o inconsciente, devem ser tratados na prática espiritual ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.388)

"A pessoa se funde na testemunha, a testemunha na consciência, a consciência no ser puro, mas a identidade não se perde, apenas suas limitações se perdem. Ela é transfigurada e se torna o Eu verdadeiro, o sadguru, o eterno amigo e guia. Você não pode abordá-lo na adoração. Nenhuma atividade externa pode alcançar o eu interior; adoração e orações permanecem apenas na superfície. Para ir mais fundo, a meditação é essencial; o esforço para ir além dos estados de sono, sonho e vigília ". - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Isso, Pg.389)

"Alguma vez houve um mundo sem problemas? Você ser uma pessoa depende da violência de outras pessoas. Seu próprio corpo é um campo de batalha, cheio de mortos e moribundos. Existência implica violência. ... Há pouco de não-violência na natureza. ... Você percebe que, desde que tenha um eu para defender, deve ser violento? " - Sri Nisargadatta Maharaj (Eu Sou Aquele, Pg.441)

"Sempre haverá seres conscientes se perguntando sobre o fato de estarem conscientes e investigando sua causa e objetivo. De onde eu sou? Quem sou eu? Onde estou? Essas perguntas não têm começo nem fim. E é crucial saber as respostas, pois sem uma compreensão completa de si mesmo, tanto no tempo quanto na atemporalidade, a vida é apenas um sonho imposto a nós por poderes que não conhecemos, para propósitos que não podemos compreender ". - Maurice Frydman (Nisarga Yoga, via I Am That, Pg.471)
Comentário deixado em 05/18/2020
Aun Lochen

Estarei lendo e relendo este livro repetidamente por um período indeterminado de tempo. Sri Nisaragadatta é entrevistado por um ocidental e suas respostas são tão claras quanto as razões pelas quais as pessoas sofrem e como podemos encontrar a paz dentro de nós mesmos no caos.
Comentário deixado em 05/18/2020
Amanda Contopoulos

Uma série de q / a com buscadores, continua sendo uísque espiritual. Não é para os tímidos. Trouxe-me de uma vida inconsciente para uma de descoberta.
Comentário deixado em 05/18/2020
Elisabeth Ngov

Essa coleção de entrevistas práticas com Sri Nisargadatta Maharaj nunca deixa de me surpreender. Os alunos trazem para ele as questões filosóficas e religiosas mais difíceis e abstrusas, e sem falta ele as responde de maneira clara e direta, em linguagem clara e simples, fácil de entender. Eu raramente encontrei algum testemunho de algum mestre espiritual que fosse mais persuasivo em face do profundo grau de insight e obtenção por parte de seu mestre.

Aqui está um exemplo de uma das seções iniciais: "O que nasce deve morrer":

Questionador: A consciência da testemunha é permanente ou não?
Maharaj: Não é permanente. O conhecedor se levanta e se põe com o conhecido. Aquilo em que tanto o conhecedor como o conhecido surgem e se põem, está além do tempo. As palavras permanente ou eterna não se aplicam.

P: No sono, não há nem o conhecido nem o conhecedor. O que mantém o corpo sensível e receptivo?
M: Certamente você não pode dizer que o conhecedor estava ausente. A experiência de coisas e pensamentos não estava lá, só isso. Mas a ausência de experiência também é experiência. É como entrar em um quarto escuro e dizer "não vejo nada". Um homem cego de nascença não sabe o que significa escuridão. Da mesma forma, apenas o conhecedor sabe que ele não sabe. O sono é apenas uma memória. A vida continua.

P: E o que é a morte?
M: É a mudança no processo de viver de um corpo em particular. A integração termina e a desintegração é iniciada.

Você pode vencer isso? O que é a morte - "A integração termina e a desintegração se instala". Sua capacidade de compreender de maneira persuasiva e concisa perguntas amplas e profundas em respostas simples e claras excede tudo o que vi em qualquer outro professor espiritual. Este livro é uma obra-prima e um recurso inestimável para qualquer pessoa que lida com filosofia e ioga não-dual.
Comentário deixado em 05/18/2020
Muffin Rosenstein

Este livro é uma tradução em inglês de gravações de áudio. O livro é organizado em um formato de perguntas e respostas e abrange muitos tópicos, como deus, ego, vida no mundo, livre arbítrio e, geralmente, como maharaj vê as coisas da perspectiva de uma pessoa auto-realizada. Há muitas descrições muito poéticas, como:

"Você é como a ponta do lápis - por mero contato com você, a mente desenha sua imagem do mundo. Você é solteira e simples - a imagem é complexa e extensa. Não se deixe enganar pela imagem - mantenha-se atento ao ponto minúsculo - que está em toda parte na imagem ". Page 452

E:

"A diferença está no que não experimento. Não sinto medo ou ganância, ódio ou raiva. Não peço nada, não recuso nada, não guardo nada. Nesses assuntos, não comprometo. Talvez essa seja a diferença marcante entre nós." Não vou me comprometer, sou fiel a mim mesmo, enquanto você tem medo da realidade. " Page 171

De vez em quando, há alguns conselhos práticos para a prática espiritual. Geralmente, isso envolve segurar o sentimento "eu sou".
Por exemplo:

"Meu professor me disse para manter um senso 'eu sou' tenazmente e não me desviar dele nem por um momento. Fiz o possível para seguir seu conselho e, em um período relativamente curto, percebi dentro de mim a verdade de seu ensinamento. Tudo o que fiz foi lembrar-me dos ensinamentos, do rosto e das palavras constantemente. Isso acabou com a mente; na quietude da mente, eu me via como sou - sem limites. " Page 223

Esta foi a minha segunda vez lendo. É um livro excelente e bem recomendado para qualquer pessoa em um caminho espiritual.
Eu recomendaria ler devagar por um longo período de tempo.
Além disso, na parte de trás, há um glossário de todos os termos encontrados nesse tipo de livro, como sat chit ananda, etc.
Comentário deixado em 05/18/2020
Marrin Badalamenti

Nisargadatta Maharaj, em EU SOU QUE, deixa claro o significado de Advaita na matéria da greve. Antes de ler I Am That ... é muito difícil entender outro advaita clássico.Nisargadatta, é um ótimo professor advaita no nosso tempos. Eu li Ramana Maharshi .... mas para palavras ... eu gosto de palavras de Nisargadatta Maharaj ... Nisargadatta é claro ... e ele fala com clareza .. seus diálogos são muito frescos e espontâneos. Eu sempre leio suas palavras e eu. sinto-me imerso em suas palavras ... tento contemplar ... penso ... lembre-se ... e essas são minhas práticas.
Comentário deixado em 05/18/2020
Halsted Hales

não um livro que você lê para entretenimento, um livro que você lê para entender e conhecer a natureza do eu, da consciência e da realidade. Uma coleção das palestras de Nisargadatta, demonstrando que maneira incrivelmente coerente e profunda ele tinha de colocar a mais alta verdade em palavras relativamente simples. Dito isto, você deve estar pronto para ler isso e estabelecer as bases, caso contrário será bastante incompreensível e sem sentido. Mas se você estiver pronto para obtê-lo - uau. Sua vida (ou pelo menos sua compreensão de si mesmo) provavelmente nunca mais será a mesma.
Comentário deixado em 05/18/2020
Sacken Rubick

O livro inteiro é um diálogo entre um mestre realizado e seus alunos. Depois de ler muitos livros procurando a "Realidade suprema", este é o mais esclarecedor de "Eu" que encontrei.
Minha única crítica é que ele descreve nossa verdadeira identidade com muita precisão e, consequentemente, as idéias podem ser redundantes ... há muito a dizer.
"O buscador é o procurado."
Comentário deixado em 05/18/2020
Staw Highfill

Nem todo mundo pode ler este livro. Mesmo após meio século de sua publicação, talvez apenas um punhado de pessoas em todo o mundo tenha atingido o estado necessário para ler este livro.
Sinto que somos uma irmandade secreta.
Adios amigos, irmãos e irmãs.
Comentário deixado em 05/18/2020
Kenward Janusz

Nisargadatta é um especialista em negação - apontando para uma realidade mais profunda e mais sustentável. Ele está em boa companhia com Jed McKenna, Wei Wu Wei, Richard Rose, Ashtavakra Gita, UG Krishnamurti. Se a transcendência corporal / emocional for interessante, não procure mais. Ele é geralmente antagônico e muitas vezes eloquentemente arrogante. É engraçado. Ele é como uma história em quadrinhos de vampiro, que só faz piadas sobre as diferenças entre vampiros e humanos. Qualquer coisa que um humano diz é irrelevante porque vem do humano / ego. Ele fala desse outro reino do ser e é incrivelmente convincente.
Comentário deixado em 05/18/2020
Dworman Morquecho

Quando tentei ler isso direito, rapidamente me vi perdendo a importância do que estava sendo discutido. Então, em vez disso, decidi ler uma página aqui e outra ao longo de 5 anos. Embora alguns dos conceitos fossem altos demais para eu realmente apreciar, ainda havia muito no livro que me iluminava. Altamente recomendado para qualquer pessoa interessada na idéia de espiritualidade.
Comentário deixado em 05/18/2020
Gaylor Krise

"Eu sou isso" é um livro maravilhoso. O caminho para a auto-realização é abordado em linguagem e maneiras simples. A sabedoria de Nisargadatta Maharaj brilha e, com a tradução sendo excelente, o resultado é quase poético. Ele fala consistentemente sobre a experiência direta de "eu sou", livrando-se de todos os conceitos errados da mente. De toda a narrativa, senti apenas que suas respostas sobre virtude pessoal (tabagismo, hábitos alimentares) e ações para acabar com o sofrimento eram inadequadas e inconsistentes com o restante dos ensinamentos.

Os ensinamentos de Nisargadatta Maharaj são muito semelhantes aos de Ramana Maharishi. Ele exala respeito por Ramana Maharishi e fala bem de todas as almas iluminadas. Há perguntas diretas, francas e, ao mesmo tempo, provocativas. No entanto, Nisargadatta Maharaj responde a todos com graça e paciência. Ele é extremamente humilde em seus anos - colocando tudo a par, a única diferença é que outros ainda não perceberam o que ele tem. Ele não cita as escrituras e se apega à sua experiência direta.

Este é um livro que recomendo vivamente para quem procura entender quem eles realmente são, sob as camadas de suposições acumuladas e desvios mentais.
Comentário deixado em 05/18/2020
Given Landrus

Eu li este livro pela primeira vez no início deste ano. Agora estou lendo pela segunda vez. Eu escolho não ficar muito prolixo aqui. Mas, depois de ler o material de Eckhart Tolle, Adyashanti, Um curso em milagres etc., etc., este livro realmente chega ao cerne da questão. Também li Consciência e o Absoluto: Conversas finais com Nisargadatta Maharaj. Ótimo livro também. Concordo com os outros, depois de ler este livro ou qualquer livro de N. Maharaj, o desejo de procurar outros livros espirituais diminui significativamente.
Comentário deixado em 05/18/2020
Hehre Masselli

Este livro transformou minha vida para sempre. Foi manifestado para mim no momento mais desafiador. Um livro que revela a ilusão da mente e a desarmonia causada pelo apego aos pensamentos à medida que diminuem e fluem na maré da consciência. Realmente não há para onde ir e ninguém precisa ser. A identificação com a forma e o ego cria separação e tudo desaparece quando você se torna "a testemunha" e "o observador" dos sonhos que cria. Dessa percepção, surge uma quietude e uma paz que você sempre conheceu.
Comentário deixado em 05/18/2020
Narayan Agriesti

Eu estou sempre lendo isso. Se sinto vontade, atendo, viro para uma página e encontro o que estou procurando. A sério.
Comentário deixado em 05/18/2020
Bergeron Mohrman

Para aqueles que desejam obter uma visão verdadeira da natureza da realidade. Simplesmente INCRÍVEL !!
Comentário deixado em 05/18/2020
Falda Hoseck

esse é o tipo de livro que pode levar anos para ser lido ... muito denso, pois abre a mente, elimina paradigmas e catalisa novos pensamentos que precisam ferver, percolar e ser experimentados na prática enquanto envolvem o mundo com uma nova perspectiva ... voltar a ele é como um velho amigo e um dia fresco de primavera ... companhia refrescante e reconfortante em uma jornada, às vezes solitária, de auto-exploração e seriedade, embora muitas vezes sem graça, experimentar a verdadeira natureza da realidade, o encontro de nossos mundos internos com o mundo ao nosso redor ....
Comentário deixado em 05/18/2020
Star Rihn

EU SOU QUE É uma transcrição de diálogos de perguntas e respostas entre o professor indiano de ioga Nisargadatta Maharaj e seus alunos e visitantes.

Ele acredita que o mundo e a mente percebidos são manifestações ilusórias de uma entidade não descritível, mas consciente. Eu posso ver como eu construo minha própria realidade enquanto meu cérebro processa as entradas dos meus órgãos sensoriais. No entanto, acho que é uma realidade da qual minhas percepções surgem. Ele desafia prestativamente minha suposição de que o que vejo é "a" realidade. Podemos ser manifestações de uma realidade diferente que não podemos perceber, mas essa é uma proposição não testável.

Ele acredita que o objetivo dos seres humanos deve ser identificar-se com o "eu" por trás da percepção, pensamento e sentimentos. Essa é a porta para uma experiência não-racional da entidade que se manifesta, mas também transcende nossos mundos internos e externos conhecidos. Ekart Tolle assume uma posição semelhante em seu livro, "The Power of Now". Acho que isso é mais útil em termos psicológicos do que teóricos. É muito útil para mim, quando estou triste, frustrado ou ansioso, poder dizer "existe esse sentimento de tristeza, que não sou eu". "Existe esse pensamento sobre esse paciente." Isso me distancia do pensamento ou sentimento suficiente para processá-lo construtivamente.

Achei este livro muito útil pessoalmente, mas não o recomendaria como uma introdução ao yoga ou à meditação.
Comentário deixado em 05/18/2020
Trinity Teroganesyan

Estou procurando um livro que me faça dizer "desta vez é isso" há muito tempo. Comprei ou revisei muitos livros destinados a "ajudá-lo" .. este é realmente algo .. você sente que as palavras são as palavras de um ser humano extraordinário .. mesmo eu não sei se ele é um ser humano no sentido em que usamos essa palavra .. é sincero .. é único e só que desta vez eu senti isso .. Maharaj é sincero em as respostas, sem objetivos comerciais .. apenas respostas vindas de dentro .. ainda estou lendo e devo admitir que é muito difícil de digerir .. no entanto, dá a sensação de "estar completo" .. leia e veja por si mesmo
Comentário deixado em 05/18/2020
Auston Scorzelli



"A sabedoria diz que não sou nada. O amor diz que sou tudo. Entre os dois, minha vida flui."
Comentário deixado em 05/18/2020
Poirer Remaley

Este livro pode ser entendido lendo os primeiros capítulos.
O livro é uma conversa no formato de perguntas e respostas, mais da metade das respostas são iguais,
aplicação de estar consigo mesmo.
O livro não fala sobre exercícios de ioga ou qualquer prática de respiração,
nem sobre religião ou qualquer ritual; é tudo sobre foco em si mesmo.

Esse homem rejeita a supressão emocional como 'bramhacharya'.
Ele também mostra desacordo com a idéia de Deus.
Prazer e dor são dois lados diferentes da mesma moeda,
se você ganhar a moeda, receberá as duas.

"Eu sou" apenas a testemunha.

O livro nos diz para ignorar todas as tentações,
e pratique a observação do eu, as ações do corpo e da mente.


Algumas ótimas citações,

N Desista de todas as perguntas, exceto uma: "Quem sou eu?" Afinal, o único fato de que você tem certeza é que você "é".
O "eu sou" é certo, o "eu sou isso" não é. Lute para descobrir o que você é na realidade.

-Ser conteúdo com o que você tem certeza. E a única coisa que você pode ter certeza é "eu sou".
Fique com ele e rejeite todo o resto. Isto é Yoga.

-Love diz: "Eu sou tudo". A sabedoria diz: "Eu não sou nada". Entre os dois, minha vida flui.

N Para lidar com as coisas, é necessário conhecimento das coisas. Para lidar com as pessoas, você precisa de insight, simpatia.
Para lidar consigo mesmo, você não precisa de nada. Seja o que você é - ser consciente - e não se afaste de si mesmo.


O livro é uma boa leitura para quem gosta de livros espirituais.

A única contradição que senti neste livro é que, em determinado momento, esse homem diz que somos inofensivos à natureza,
ser sem desejo e
em outra ocasião, ele menciona que come não-veg e fuma porque seu corpo deseja esses hábitos.
A contradição é confusa.

Mas de qualquer maneira eu gostei deste livro.

** algumas citações aleatórias que gostei deste livro,
-Um homem que afirma saber o que é bom para os outros é perigoso.
O homem com pouca inteligência acredita, contra todas as evidências, que ele é uma exceção e o mundo é o dono da felicidade.
-Antes da dor, você estava. Depois que a dor passou, você permaneceu. A dor é transitória, você não é.
Comentário deixado em 05/18/2020
Landa Digiuseppe

Eu quase dei este livro apenas 3 estrelas. E não é uma crítica a Nisargadatta, mas o fato de se tornar quase entediante ler as pessoas repetindo quase as mesmas perguntas, e não entendendo. Ao mesmo tempo, é um documentário sobre o desenvolvimento espiritual do Ocidente. É como uma coleção de satsangs e, felizmente, você pode encontrar sua pergunta lá, ou pode simplesmente ir à internet ... Ainda assim, achei que vale a pena ler. Escolha por si mesmo.

Deixe um comentário para Sou eu: conversas com Sri Nisargadatta Maharaj